segunda-feira, 8 de junho de 2015

Sobre amamentar | Falando Sério

Embora pareça piegas, o assunto gera polêmica e dá pano pra manga.

Porém não estou aqui para falar sobre os benefícios da amamentação pra mamãe e pro bebê, existem vários sites e artigos falando sobre isso. 

Não! Quero relatar a vocês minha experiência de amamentar e de não amamentar. Calma, vocês vão entender.
Sobre amamentar | Falando Sério


Meu primeiro filho, Alan, nasceu quando eu tinha 24 anos, com poucas informações e muitos palpites, eu me sentia completamente insegura e despreparada.

Mas tentei. 

Sem preparo, sem estímulo, sem incentivo, e sem conhecimento algum tentei. Naquela época, quase 10 anos atrás, era casada com o pai do meu filho, que além de despreparado, era imaturo, machista e ignorante. Achava que eu estava mimando demais o meu bebê e portanto não me dava apoio nenhum. Com 20 dias de nascido acabei complementando com NAN, e pouco tempo depois o leite secou.

Mas vou te dizer, dói até hoje, ele está lindo, é saudável e inteligente, amoroso e educado, mas não consegui, e sinto muito por isso, pois ele merecia que eu tivesse tentado, por outro lado acho que a natureza foi sábia, eu passava muito nervoso, e dizem que isso não faz bem ao bebê.

Minha segunda experiência foi com o André, hoje com 7 anos, ele consegui amamentar até 10 meses, exclusivamente até 5 meses, aí sim, foi uma experiência maravilhosa, apesar dos problemas pois me separei com 5 meses de gravidez, me esforcei, no hospital ainda as enfermeiras deram toda a assistência que eu precisava, e segui firme no propósito de amamentar. Consegui, mas sentia que ainda não tinha vivido aquilo plenamente.

Hoje tenho a Alice de 4 meses, e a amentação vai bem obrigada, sem intercorrências e com o apoio do marido e da família posso dizer que está sendo perfeito, e pretendo amamentar até pelo menos 1 ano, meu propósito é esse, se conseguir passar disso, melhor ainda.

Mas o que tenho realmente a dizer são duas coisas:


  •  para a mamãe que não conseguiu amamentar: seja lá qual for o motivo: 1º - você não deve satisfações a ninguém, se conseguiu ou não é problema seu, exclusivamente seu; 2º - isso não te torna 'menos mãe', e também não quer dizer que você ama menos ou não ama seu filho, isso não define se você é uma boa mãe, você o ama acima de tudo, e vai se esforçar para educá-lo e prepará-lo para a vida certo? Você faria tudo e qualquer coisa para vê-lo bem e feliz, certo? Então você é uma boa mãe, e ponto final!
  • para a mamãe que conseguiu amamentar: eu sei que amamentar é maravilhoso, mas por favor, não zombe, não julgue e não critique a mãe que seja lá por qual motivo não conseguiu amamentar, falo por conhecimento de causa; 1º - porque dói não conseguir amamentar seu filho, é uma frustração que não tem nada que possa apagar, 2º - justamente por você ser mãe se coloque no lugar dela, e tente ao menos entender o sentimento da mamãe que não consegue amamentar; 3º - não se ache 'mais mãe' ou 'mãe melhor' por amamentar seu bebê, não é isso o que define se você é uma boa mãe ou não.

Todas nós sabemos da importância de amamentar, não só para o bebê, para nós mamães também, mas não conseguir fazê-lo não é o fim do mundo, não se culpe. Se esforce, tente, não escute as celebres frases: 'Seu leite é fraco!', 'Seu leite não está sustentando!'. Tente, se esforce, acima de tudo siga os seus instintos, afinal ninguém conhecerá melhor seu filho do que você. Mas se não conseguir, eu lhe asseguro, seu filho crescerá lindo e saudável, e será uma criança feliz.


Beijos

Nenhum comentário:

Postar um comentário